Mindfulness com as Crianças - Quietinho feito um sapinho


O Sapinho


Neste exercício eu gostaria de ensinar você, a sentar quietinho feito um sapo.

Tudo o que você precisa fazer, é encontrar um lugar para se sentar com as costas retas, as pernas cruzadas ou esticadas, e sua atenção focada em você mesmo.

No início os sapos também podem achar difícil ficar sem fazer nada.

Seus braços querem se mexer e suas pernas também


Se você preferir, você pode fechar os olhos iu quase fechá-los, o que você achar melhor e agora, feito um sapinho está sentado quietinho,o mais quieto que conseguir


Mas para ficar parado, você precisa de ATENÇÃO

ATENÇÃO e CALMA


Suas pernas estão paradas

Seus braços estão parados

Seu bumbum está parado

E até a sua cabeça está paradinha e calma


Talvez você perceba que alguma parte sua está sempre se mexendo

Talvez sejam os seus olhos, ou um dedo


Ou talvez seja seu bumbum que não consegue parar de mexer

E tudo bem!


Não é para você ficar sem se mexer

É para você perceber, que alguma coisa está se mexendo

E você sabe o que mais se movimenta sem parar, não importa o quão quietinho você fique?

A sua RESPIRAÇÃO!

A respiração na sua barriga

Por que você não põe as suas mãos na sua barriga, para sentir ela subir e descer um pouquinho, enquanto você respira?

Você vai sentir a sua barriga subir um pouco e descer um pouco

Perceber a sua respiração

ACALMA!

Veja se você consegue se manter em sintonia com a respiração na sua barriga, por um pouco mais de tempo

PAUSA

É isso aí, você está indo MUITO BEM!!

Entrar em sintonia com a sua respiração

Pode ser muito bom!

Quando você cai, por exemplo.

Ou quando você com muita raiva ou cansado

Ou quando você quer apenas relaxar um pouco

Talvez você queira treinar para ficar quietinho feito um sapo outra vez amanhã, quem sabe?!

Agora você pode fazer 3 respirações profundas e quando terminar

você pode se levantar e continuar o seu dia

Espero que você se divirta bastante hoje!


Fonte: Livro: Quietinho feito um Sapo - Eliane Snel

2 visualizações0 comentário